Blog

24 de August Publicado em "Conheça o Resort" Por "Dupla Comunicação"

Summerville é o primeiro resort sustentável do Nordeste

Interagir com a natureza de maneira harmoniosa foi e sempre será uma preocupação do Summerville Beach Resort.   O empreendimento acredita na preservação ambiental como a principal ação para futuro das próximas gerações e do planeta, por isso, não poupa esforços para implementação de ações e tecnologias sustentáveis em todo o espaço.  O uso de energia solar e eólica, reciclagem e redução de embalagens descartáveis, reuso e tratamento de água, por exemplo, fizeram com que o Summerville se tornasse o primeiro resort sustentável do Nordeste.

“O Summerville se tornou referência no mercado por disponibilizar serviços que fazem toda diferença para o meio ambiente, como a utilização 100% de energia renovável. Toda a água quente utilizada nos quartos é vinda da energia solar. Além disso, usamos a energia eólica para todo o consumo do resort”, afirma a gerente geral do empreendimento, Andréia Misael.

Para manter o padrão sustentável, o Summerville substituiu as lâmpadas comuns por LED, uma alternativa recomendável por não conter nenhum elemento poluente ou contaminante. O resort também faz coleta seletiva de lixo, no qual todo o material é separado e organizado para reciclagem. Além disso, é utilizada a prática de reuso de toalhas pelos hóspedes, iniciativa que ajuda na redução de produtos para lavagem, todos biodegradáveis.

O empreendimento também tem trabalhado para reduzir as embalagens descartáveis. As garrafas de água mineral, por exemplo, são substituídas por jarras grandes. Já as latas de refrigerante são trocadas pelo uso de equipamentos automáticos nos restaurantes do Summerville. O resort passou a utilizar canudo 100% reciclável e biodegradável, que se decompõe bem mais rápido que o canudo de plástico, contribuindo para diminuição do impacto no meio ambiente.

“É necessário e relevante realizar práticas sustentáveis, não tem outro caminho. Somos verdadeiramente um empreendimento consciente, sustentável e harmônico com natureza”, conclui Andréia.